quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Um remédio contra o legalismo, por favor!

É, no mínimo, incabível se permitir a discutir idéias com um cristão legalista em plena era pós-moderna. A ‘consciência’ tão manifestada pelo apóstolo Paulo, se perde em meio à interpretação deformada de versículos bíblicos produzindo atrofiamento na massa encefálica dos crentes. É incrível!! O mais encolerizante ainda é pensar que talvez nem mesmo esses ‘santos cristãos’ conheçam a diferença entre legalismo e partidarismo, partidarismo este em relação a ministérios, organizações religiosas, convenções etc.

Infelizmente o foco das discussões que ocorrem é em normas ou costumes ditados por organizações, por ministérios e o que é perceptível, a olho nu, é a defesa incondicional que fazem a tais convenções, remetendo toda ‘opinião contrária’ como ‘heresia’ ou ‘rebeldia’. Convive-se com isso e é horrível. Horrível para o desenvolvimento administrativo da igreja, horrível para a sociabilidade dos cristãos, horrível para aperfeiçoamento do caráter de Cristo.

Não seria absurdo dizer que são mais fiéis aos ministérios, as organizações do que ao Reino de Deus, que detalhe, é a razão de existir da Igreja. Mas isto é apenas um detalhe...

Percebe-se o receio demasiado em questionar qualquer menção estabelecida por majoritários, mesmo que esta infrinja as condutas verdadeiramente bíblicas. Quando cito sobre ‘questionar’ obviamente não incito à ‘rebelião’, ‘confusão’ ou ‘bagunça’, cito sobre o entusiasmo de enfrentar a ‘menção’ que não traz proveito para o bom desempenho da igreja local, ‘menção’ fútil que não passa de imposição de poder sobre os menos favorecidos. Sobre tal coisa não se tem que dar crédito mesmo e focar as necessidades reais e valores mais importantes que estão contidos na Palavra de Deus.

Muito já se conhece que, há séculos atrás o próprio Cristo argüiu severamente à ala legalista de sua época que, inclusive, foi o que mais admoestou, em termos humanos, em todo o seu ministério. E mesmo com tantos textos bíblicos de referência, a prioridade é para os ministérios, as organizações, as convenções, para os majoritários ilustres, ‘semi-deuses’...

Na visão unilateral do legalismo não há espaço para ‘renovação do entendimento’ como orienta o apóstolo Paulo porque toda ação é comumente referida como ‘do mundo’, ‘do inimigo’. Isto sem incluir que ‘pecado’ ou ‘heresia’ é simplesmente sair do ‘costume’ e idealismo da igreja. Os que defendem esta característica, sem distinção de idade, provavelmente estão a procura de algum ‘cargo’ que consideram como prestígio ou então estão à mercê dos majoritários e não podem discordar ‘uma vírgula’ porque põem em risco sua estabilidade econômica ou pastoral. Se sujeitando ainda a passar por ridículo diante de um grupo que aspira as mesmas coisas e são inertes diante da possibilidade de mudanças.

Nesse emaranhado, quem perde mesmo são os cristãos amorfos, tanto por opção quanto por sem opção. Nesse emaranhado perde a igreja local que tenta realizar ações direcionadas que atendam as necessidades reais da região, perde o testemunho de vida, perde o brilhantismo do verdadeiro evangelho...cof..cof..

Ei doutor..cadê o remédio contra legalismo que pedi??

11 comentários:

Bruno disse...

e ai iroca blz?
passei para deixar um salve kkk
bjus

HeroS disse...

Puxa, quanta rebeldia hein !!!!

Aushuahsuhasuhuashuahsu! Brincadeira^^

Eh Iris, c tem razão... os homi tão kada dia mais próximos de serem bons políticos e kada vez mais distantes de praticar com humildade os princípios simples cristãos (...)
Os olhares estão atentos (infelizmente) aos senhores da tribuna, subordinando-se a eles e ao “glorioso ministério”.

A Palavra Viva, sempre produziu e produz por si só, o entendimento, sabedoria, e conforto ao seu povo... quando as coisas são feitas de forma simples, o coração está mais próximo de Deus.
Mas o coração do homem está sempre pendente a buscar o cume da montanha, não para alcançar a Glória do Altíssimo, mas p/ alcançar sua própria glória (...)



Tive q me atualizarc/ o pai-dos-burros :P
arguir
admoestar


Este trecho do último parágrafo não entendi:
“Nesse emaranhado, quem perde mesmo são os cristãos amorfos, tanto por opção quanto por sem opção.”

Iris disse...

Olá Heros,

Rebeldia?? Q isso...rs

Amorfo(a) é o mesmo q inerte, sem iniciativa, sem pró-atividade, pessoas facilmente iludidas e persuadidas..no meio cristão há muitos.

Tem aqueles q fortemente são lubridiados pelo ambiente q ñ coopera..a falta de apoio..de dinheiro..(por isso 'sem opção') e outros não se esforçam nem um poukinho pra 'diminuir o raio de ignorância' como dizia um professor meu..rs e por isso são 'por opção'..estes até podem ter condições, mas no fundo permitem ser influenciados, manipulados por instituições, ministérios etc..

Acho q é isso..
Brigadinha pelo coments..
Volte Sempre..

Pazz

lizapd disse...

Bravo!!!!
Inteligente e polemica como sempre...rss
Mas é a pura realidade...e sempre me pergunto se algum dia esses paradigmas serão quebrados....

Um forte Abraço!
Li

Anônimo disse...

Olá...
Gostei do que disse,a igreja está prescisando de uma pessoa como vç, que possa falar por nos.Estamos presisando de uma nova reforma,como fez Martinho lutero,.
Mas se vç prestar a atenção ja surgiu a Reforma Protestante,são as igreja pequenas que estão se abrindo(algumas estão dentro da leis ou dotrinas biblicas, em breve serão um espelho para outras igreja,outras só são propios negoçios).
Olha que erro de nossas igrejas, interfere o culto para fazer uma propaganda politica.
Eles são a cabeça nos somos o corpo, mas a cabeça não anda sem o corpo.eles nada seria sem a gente.
O remedio será.A nova Reforma Protestante.
Por experiência propia não tem outro caminho,conheço quase todos os cabeças é tudo a mesma coisa.
Daqui para a frente será pior.

Paz..

Iris disse...

Olá Anônimo..rs
Não tenho pretensão alguma de ser uma representante para a igreja..rs, mas acredito veementemente que os cristãos precisam ter mais coragem para falar a verdade da Bíblia e não a verdade que os 'cabeças' querem..assim as coisas vão mudando..
A Reforma começa quando, no nosso interior, compreendemos a Verdade e lutamos para que ela seja propagada..e não importa se são igrejas ou grupos pequenos, o mais importante é falar e viver a Verdade do Cristianismo..
Pazz

Lucas Martins disse...

"Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus." Romanos 12.1,2.

Com a busca pelo "poder" dentro das igrejas - i.e., cargos - os nossos cultos são racionais? Pois o próprio Paulo diz nas cartas aos Romanos (2:11) que Deus não faz distinção de pessoas, então porque se preocupar em ser o maior na igreja em que se congrega, visando o reconhecimento humano? Estão sendo racionais? Seria bom eles lerem, como disse o 'Heros' "o pai-dos-burros", para saber o que é ser racional.

Quando a Bíblia trata em suas palavras o termo "mundo" refere-se a sistema, i.e. "Conjunto de princípios verdadeiros ou falsos, donde se deduzem conclusões coordenadas entre si, sobre as quais se estabelece uma doutrina, opinião ou teoria (pai-dos-burros MICHAELIS). O sistema que se perpetua nas igrejas evangélicas brasileiras, em uma parcela considerável, é o da busca pelo poder - seu controle e manutenção - assim como durante séculos a igreja "Romana" que predominava fez para atender aos seus interesses, sub-julgando seus seguidores.

Sr(a) 'Anônimo'(sem irônias), se nos atentarmos as cartas aos Romanos 12, perceberemos que a reforma protestante começou muito antes de Lutero e nós devemos dar seqüência a ela, saindo das 4 paredes de um templo, detrás dos bancos, debaixo das galerias e assumirmos uma postura ativa, demonstrando não-conformação com este mundo.

Nada pessoal hein!... hehe...

"E, se invocais por Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo a obra de cada um, andai em temor, durante o tempo da vossa peregrinação" 1Pedro 1:17

Graça e paz sejam convosco!

Edemir Antunes Filho disse...

Iris,
graça, paz e bem!

Foi muito bom encontrar mais um blog inteligente e edificante. Parabéns.

Felicidades!

Iris disse...

Olá Edemir,
Obrigada querido..volte sempre.
Tô na correria da igreja, mas em breve haverá novas postagens tah?! ..rs

Paz,

Tekinha disse...

Esse remédio deve ser "faixa preta" pra poder combater tantas infecções..podridão e vários sintomas prejudiciais a nossa saúde ESPIRITUAL....

Esse senso comum é tão enraizado, que fica mto difícl quebrar esse paradigma...

Somos seres humanos.....crentes?? SIIMMM...com mto orgulhoso, inteligentes, PENSANTES e além de tudo...CRÍTICOS...ALeluias!!!

Como a Iris disse, não é para fz rebelião, revoltas...mas sim manifestação de IDÉIAS...críticas..debates...

ISSO SIM É SAÚDE !!!!

Paz queridosss....

Iris disse...

É isso aí galera..saúde espiritual a todos!! rsrsrs